quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Retrospectiva 2015

Nesses anos todos acho que nunca fiz uma lista de promessas pro ano seguinte, pelo menos não registrado.

Mas acho legal fazer uma retrospectiva de 2015. Dentre as mensagens de fim de ano do Facebook, dias atras achei essa:


Parece ser mais uma daquelas imagens que lemos e achamos bonitinha e compartilhando, mas analisando o que passou percebi que tem muita verdade nela.

No ambiente de trabalho, no início do ano estava correndo atras para conseguir uma transferência e quando não consegui fiquei bem frustrada. Entre as outras filiais a nossa estava muito mal de resultados e isso afeta diretamente uma pontuação para conseguir promoção. A equipe está fechando o ano entre os 10 primeiros, o que me ajuda muito para ficar mais em evidência. E a filial que queria ir está muito ruim, como a minha no final de 2014.

A frase da tirinha está sendo minha frase desse final de 2015,

Numa briga com minha irmã ouvi uma verdade que reconheço ser verdadeira mas que ainda não consegui mudar, que é estar mais perto das pessoas importantes na minha vida. Nosso dia-a-dia é tão corrido que quando chega o fim de semana só penso em ficar em casa e descansar e com isso quando percebo já se passaram semanas e até meses sem visitar parentes e amigos. Uma amiga quebrou o pé e não consegui arrumar um tempo para visitá-la. Desconfio que a última vez que estive junto com essa amiga foi no reveillon passado (há uns 5 anos sempre passamos juntas). Irmã e pais demoro muito para estar juntos. Minha sogra passamos 3 meses sem se ver. Whatsapp e Facebook são ótimos para sabermos o que acontece na vida das pessoas que amamos mas ao mesmo tempo faz com que se distanciamos sem perceber e muitas vezes sem intenção.

Essa é minha grande promessa para 2016. Ser realmente mais próxima das pessoas próximas.

A grande vitória que tive em 2015 fi minha persistência e conquista de emagrecimento.
Já tinha tentado fazer um controle de peso, aqui pelo blog mesmo, em 2012, mas não consegui.
Em setembro alcancei o meu recorde de 70kg em 1,57m. Comecei a colocar o processo mas não fui adiante em compartilhar. Mas comecei com uma dieta "Low Carb" mas depois de 1 mês, mesmo emagrecendo, fiquei sem opções de receitas pro café da manhã e lanche então mudei para a Dieta Dukan e a estou seguindo 97% fielmente. 
Na junção das 2 dietas, no período de 19/09 até 29/12 perdi 10,8kg.
A última medição fiz no sábado (dia que escolhi pra registrar e as medidas mensalmente).

 


E meu antes e depois.


Ainda estou de dieta. Na 3ª fase, da Consolidação até dia 16/04/2016. Nesse período adiciono alguns alimentos e me mantenho no peso. Após isso estarei livre da dieta. Mas está valendo todos os sacrifícios.
Apesar de ter emagrecido sem ficar mais flácida do que já estava, o objetivo para 2016 é endurecer os músculos. E comprar calças. Perdi praticamente todas. As camisas se salvaram pois já estavam apertadas. rsssss
Mas quem quiser seguir a Dieta Dukan - Não comece sem antes ler o livro "Eu não consigo emagrecer". Ajuda muito a entender o método.


segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Resumo da 1ª semana

Hoje completou 1 semana que estou de dieta.

Consegui passar por ela tranquilamente, sem passar fome e superando as tentações com foco no objetivo.

Fiz um cardápio de almoço semanal e segui com uma adaptação:
- Segunda - sobra do yakisoba sem macarrão
- Terça - Salmão assado e Arroz de Couve-flor
- Quarta - File em tiras e Repolho Cremoso
- Quinta - Lasanha de Berinjela com recheio de Carne de Porco
- Sexta - igual a quinta.

Na quinta-feira eu passei mal e não fui trabalhar e como a lasanha ficou grande levamos em dois dias.

No sábado fiz um Fricasse de Frango com pure de Abóbora. Não vou colocar a receita aqui porque eu não gostei. Marido gostou, mas eu não. A noite preparei carpaccio e tira gosto de queijo e presunto de parma para acompanhar um vinho.

No domingo fomos almoçar na sogra e tinha peixe ensopado. Os acompanhamentos arroz, pirão e batata frita. Fiquei só no peixe e salada de alface. E não foi um sofrimento ficar sem a batata e a sobremesa. A noite não resisti e compensei a falta de carboidratos com meia long-neck de cerveja. Mas fiquei dentro dos 20g. rssss

No final coloco as tabelas da semana toda.

Agora os resultados: de segunda a sexta perdi 1,2kg e no fim de semana mais 0,5kg. Total de 7 dias: 1,7kg.

Peso atual: 68,3kg (e sem grandes sacrificios, só algumas restrições. Falando sério:  muitas restrições, mas bem tranquilo).

Para ajudar hoje recomecei minhas caminhadas. Meu objetivo será caminhar segundas, quartas e sextas, mas essa semana terei que mudar pois quarta tenho consulta médica. Hoje caminhei 51min e 6,26km.










segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Inicio da Dieta

Desde que eu descobri a receita de Repolho Cremoso, fui pesquisar sobre dietas Low Carb, da Proteína, Atkins, Dunkan. Essas últimas até já tinha ouvido falar mas nunca fui atrás pra conhecer mais.

Em cada pesquisa fui me interando mais e chegando a concordar com suas teorias. Como tudo, principalmente na perda de peso, para dar certo temos que nos dedicar e mudar nossos hábitos.

Há algum tempo atrás tentei começar um controle de calorias mas não foi muito adiante. Há uns 4 anos troco meu almoço, de segunda a sexta, pela nutrição da Herbalife. Sempre me dei bem, mas a perda de peso já parou a muito tempo. Nunca fui muito disciplinada em relação a alimentação. Como e bebo (ainda não está o passado) quando da vontade.

Analisando a dieta percebi que teria que abolir de meu cardápio pães, massas, arroz e leite (alimentos que ao de paixão) mas ao mesmo tempo entraria no cardápio queijos, creme de leite, carnes e até bacon (alimentos que também gosto mas que diminui com o tempo para diminuir gorduras).  Outros alimentos que tenho que acrescentar no cardápio são vegetais, excluindo batatas, aipim e outros ricos em carboidratos (amados pelo paladar de qualquer pessoa).

Nunca fiz uma dessas dietas radicias, mas analisando os prós e contras resolvi encarar essa. Acho que cada um deve pesquisar e analisar o que e como fazer. É uma mudança na rotina. Uma colega minha me disse: “você sabe que depois que parar engordar o dobro?” Mas qual dieta na qual isso não acontece? Só uma real reeducação alimentar. Isso já tentei mas não consegui, pois o emagrecimento é lento. Então minha idéia é: perco o que tenho e quero eliminar e aí introduzam alimentos que me ajudam a manter.

Me pesei hoje cedo e estava com 70kg numa estatura de 1,57m. Até pouco tempo estava na casa dos 60kg. E quero, e muito, baixar disso. Então minha meta é chegar em 59kg.

A primeira coisa que tenho que mudar na minha rotina é fazer o planejamento do cardápio semanal e depois ter uma rotina diária de ir pra cozinha a noite para preparar o almoço pro dia seguinte. As saladas no pote do marido já tenho feito no domingo.

Comecei a usar o aplicativo FatSecret, no qual registro os alimentos que consumo durante o dia e ele calcula a quantidade de carboidratos, gorduras, proteína e calorias. Nele posso também colocar a receita e ele calcula a tabela nutricional da receita. Estou gostando muito.

Hoje senti a rotina meio bagunçada. Não sei se foi porque ainda estou me acostumando ou o que. E ainda teve festinha no serviço, e consegui resisti - Vitória pra mim.

Tenho que ficar abaixo de 20g de carboidratos líquidos (carboidrato menos fibras). Hoje não consegui, mas sei que o yakisoba mesmo sem macarrão tinha cenoura e vagem. Conforme a tabela abaixo:





Minha avaliação do primeiro dia foi bem positiva. Não senti fome. Consegui resistir as guloseimas da festinha. E bebi 2,9 litros de água, fora o chá.

segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Quebra Cabeça

Há muito tempo estava querendo voltar a montar quebra-cabeça. Mas como começar e não ter onde guardar.

A Grow tem um porta puzzle ara quebra-cabeças de até 8000 peças. Comprei junto com um quebra-cabeça de 5000 peças e um separador de peças.

Sábado ele chegou. Iuuuuupiiii!

Ainda não achei um local adequado para montar. Porque na mesa não cabe. O tamanho dele é de 1,37m x 0,97m.  Mas vou adaptando.

O quebra-cabeça é esse: Jardim Vitoriano


Comprei um kit que contem: o quebra-cabeça, o porta puzzle e o separador de peças (que pode ser perfeitamente substituido por potes de sorvete - que na verdade até estou achando melhor).

Comecei como todo mundo: separando as peças. os cantos e separando mais ou menos pelas partes do desenho. Coloquei no separador mas ainda ficou mais da metade na sacola. Acho que vou ter que dar mais uma triagem e separar usando potes de sorvete. rsss

Fiz a separação no próprio sábado (05/09). Mas a montagem propriamente dita comecei ontem, dia 06/09. Mas no contador colocarei o início com a separação.

O bom é que parou de montar enrola (fica um rolo de 1,27m de altura) e guarda até a próxima montagem.

A primeira parte da montagem está assim:


 E enrolado assim:


Vamos ver em quanto tempo consigo montá-lo.


sábado, 5 de setembro de 2015

Arroz Integral na pressão

Dias atrás vi uma receita de arroz integral com frango a passarinho na panela de pressão. Mas não salvei a receita e hoje quando fui fazer não achei de jeito nenhum.

Então resolvi fazer da minha cabeça mesmo.

Ingredientes:
- 1 xic de arroz integral
- 1/2 lata de milho verde
- Frango a passarinho / Costelinha de porco
- Açafrão
- alho

1. Coloquei o alho pra refogar e fritei a carne por pouco tempo, só pra selar.
2. Coloquei o arroz, o milho e 2 xicaras de água.
3. Tampei e ficou na pressão (panela elétrica) por uns 40 minutos.
4. Abri mas achei que ainda estava um pouco duro e coloquei mais uns 15 minutos de pressão.

Ficou muito gostoso.

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Frango com Repolho Cremoso

Cheguei em casa hoje e fui pesquisar, na internet, uma receita que tivesse couve ou repolho (comprados para as saladas no pote e não usadas) e carne moída ou peito de frango (já descongelados) e achei essa do site Vida Low Carb.

Como não tinha todos os ingredientes e a quantidade é para 1 pessoa e um pouco mais para experimentarmos ou jantarmos.


Ingredientes:
- 180g de peito de frango cortado em tiras
- 160g de repolho (metade de um repolho pequeno)
- 1/3 de cenoura ralada
-  pouquinho de alho poró (comprei já picado)
- 1 colher de sopa de Creme de Queijo Minas Frescal
- 1 colher de sopa de Creme de Ricota
- 1 fatia de queijo mussarela (25g)
- Óleo para refogar
- Sal e Pimenta do reino
- Alho picado (já compro picadinho)

Preparo:
1. Tempere o frango com sal, pimenta e alho. Reserve.
2. Rale a cenoura e pique o repolho em tiras finas. Reserve.
3. Em uma panela frite o frango. Se for fazer uma quantidade maior, frite em mais vezes cuidando para não deixar soltar água e cozinhar ao invés de fritar. Retire e reserve num prato.
4. Na panela, refoque o alho poró, o repolho e a cenoura até ficarem macios. Tempere com sal e pimenta.
5. Adicione o creme de queijo, a ricota e a mussarela até derreter e ficar cremoso.
6. Volte com o frango para a panela e misture. Ou, como na receita de origem, só afunde o frango.

Muito simples, fácil, e eu, que não como verduras e plagiando Ivan Achcar do Reality Cozinheiros em Ação do GNT,  "comeria em quantidades absurdas" .
Essa é uma perfeita receita para introduzir repolho no cardápio de pessoas como eu. rssss





domingo, 30 de agosto de 2015

Salada no Pote

Desde semana passada estamos (eu e maridão - as saladas são pra ele) fazendo saladas no pote e marmita pra ele levar de almoço.

Ontem fomos ao mercado só pra comprar os itens das saladas dessa semana e me assustei com o valor da compra. Resolvi fazer um levantamento de quanto gasto para montar as saladas. Mas hoje no momento da montagem percebi, e acho que é um erro de quem está começando a fazer saladas para levar, que, para tentar variar nas saladas, comprar uma grande quantidade de itens.

Já tinha da semana passada rabanete, pepino e couve-flor. Então comprei: cenoura, chuchu, alho poró, couve picada, beterraba, manga, repolho, limão siciliano, limão, tomate cereja e mussarela de búfala. Quando coloquei todos os ingredientes na bancada me assustei com a quantidade e até revi de colocar alguns deles.

Alguns detalhes importantes para serem observado com as saladas no pote, segundo as pesquisas: usar potes de vidro (não de plástico , os ingredientes devem estar bem secos e colocar os ingredientes conforme os pesos e poder ficar em contato com o  molho.

A questão dos vidros ao invés de plástico. Todos as postagem que falam sobre a necessidade de não usar potes plásticos salienta que o plástico contém bisfenol-A que passam para os alimentos com a mudança de temperatura, MAS saladas não serão levadas ao microondas. Então, na minha visão, essa teoria "cai por terra". Mas pelo que note semana passada é que os potes de plástico não vedam tão bem quanto os de vidro.

E sobre os ingredientes estarem bem secos é para conservar por mais tempo. Todos falam que dura até 7 dias na geladeira. Ainda não ficou esse tempo todo aqui em casa. Semana passada fiz primeiro pra 2 dias e depois pra mais 3. Essa semana fiz para 3 dias que é o tempo que maridão vai almoçar no serviço.

Vamos a preparação dessa semana: Cozinhei os legumes (cenoura, beterraba e vagem) no sábado a noite para ficar bem frio e não suar (acho que não esfriei o suficiente semana passada), sequei ao máximo os legumes, até colocando papeis dentro dos potes de ontem pra hoje. Esqueci o chuchu que cozinhei hoje.

Na montagem que lembrei que seriam só 4 potes e não 6. Então os ingredientes foram:

  • 170g de palmito em conservas
  • 60g de azeitonas
  • 70g de manga
  • 60g de couve-flor
  • 300g de tomate cereja
  • 115g de cenoura cozida
  • 90g de vagem cozida
  • 150g de chuchu cozida
  • 160g de beterraba cozida
  • 100g de pimentão amarelo
  • 100g de pepino
  • 200g de rabanete
  • 60g de mussarela de búfala
  • algumas folhas de alface 
  • algumas folhas de alface roxa
  • algumas folhas de rúcula
Desses ingredientes sobrou bastante alface, alface roxa e rúcula (fui muito exagerada). Sobraram também tomatinho, palmito e cenoura (que tinha cozinhado mais que a quantidade cidade).

Fiz 4 potes de mais ou menos 350g cada:


1º Pote
Molho: (rende para 2 potes)
 - 2 colheres de sopa de mostarda dijon
 - Suco de 1 limão
 - 1 colher de sopa de mel
 - 3 colheres de sopa de azeite
 - tomilho
Camadas: Molho, pepino, cenoura, vagem, beterraba, tomatinho,
                 palmito, azeitona, pimentão, alface, rúcula e alface roxa.

2º Pote
Molho: azeite, mostarda amarela, limão siciliano, sal.
Camadas: Molho, rabanete, cenoura, tomatinho, couve-flor, 
                  chuchu, manga, azeitona, mussarela de búfala, 
                  alface, rúcula e alface roxa.

3º Pote
Molho: azeite, limão siciliano, alho torrado, sal
Camadas: Molho, rabanete, vagem, tomatinho, cenoura, couve-flor,
                  palmito, manga, chuchu, azeitona, alface, rúcula e 
                  alface roxa.

4º Pote (fiz no plástico porque será comida em casa mesmo amanhã)
Molho da receita de mostarda dijon
Camadas: Molho, rabanete, cenoura, beterraba, tomatinho, azeitona,
                  palmito, mussarela de búfala, manga, chuchu, alface, 
                  rúcula e alface roxa.

Os ingredientes que sobraram fizemos um mix com macarrão e atum e foi o nosso almoço de hoje: